Voltar ao topo

Fisioterapia

No processo de envelhecimento ocorrem diversas alterações fisiológicas e patológicas, sendo elas à diminuição do tônus muscular, redução da constituição óssea, alterações no equilíbrio, alterações posturais, dores articulares, entre outros fatores indesejados. Além disso, as articulações ficam mais enrijecidas, reduzindo a amplitude dos movimentos durante marcha. É comum também acontecer alterações nos reflexos de proteção e no controle do equilíbrio, ficando vulnerável a ocorrência de quedas e possíveis fraturas, gerando graves consequências sobre a funcionalidade e deixando o idoso vulnerável a diversos riscos. Esse fato altera completamente a qualidade de vida do idoso. Portanto, o próprio envelhecimento já traz consigo vários riscos de incapacidades que podem ser amenizadas pela ajuda do profissional fisioterapeuta.

A atuação da fisioterapia em pacientes idosos institucionalizados busca restabelecer a independência do velhinho para as tarefas básicas de vida diária, com o intuito de reduzir e as consequências das alterações fisiológicas e prevenir as disfunções patológicas do envelhecimento, bem como promover uma melhoria da mobilidade e proporcionar uma qualidade de vida o mais satisfatória possível. O profissional Fisioterapeuta atuando junto a uma equipe interdisciplinar proporciona a estes indivíduos maior independência funcional e conforto para realizar suas tarefas.
 

 

Galeria de Fotos